Governo americano estende proibição para cruzeiros até julho

Governo americano estende proibição para cruzeiros até julho


O Centro de Controle de Doenças (CDC) nos Estados Unidos estendeu a proibição para a realização de cruzeiros marítimos saindo do país. O objetivo é conter a propagação do novo coronavírus e tentar frear a pandemia.

Diversas companhias marítimas voluntariamente já haviam estendido a suspensão de suas viagens até maio, mas agora a proibição pode ir mais longe, pois o CDC estipula que a volta das viagens de navios só poderá acontecer se um dos três eventos a seguir ocorrer:

- Fim do estado de emergência sanitária pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos
- Uma decisão direta do diretor do CDC para proibir a decisão de não-navegação.

- Passagem de 100 dias depois da data de publicação da nova ordem (que foi na quinta-feira, 9 de abril).

Até lá os navios deverão ficar nos portos ou ancorados, muitos dos quais ainda com tripulação a bordo (cerca de 80 mil segundo estimativas do jornal USA Today).

Comentários

Postagens mais visitadas